OSF lança o “Projeto Fazer – Observador Mirim”.

Publicado para | Destaque em 22 de novembro de 2017 15:49

O Observatório Social de Florianópolis, através do Programa de Apoio a Projetos (PAP), da ACIF, lançou nesta terça-feira, 21 de novembro, o “Projeto Fazer – Observador Mirim”, o qual  busca despertar nas crianças a importância da ética e a relevância de exercerem uma educação fiscal de maneira consciente.

A ação aconteceu na Escola Básica Municipal Almirante Carvalhal em Coqueiros, onde aproximadamente 100 integrantes da comunidade escolar participaram das dinâmicas de apresentação do projeto, em sua maioria eram estudantes do quinto, sexto e sétimo anos.

A iniciativa contou também com o apoio do Conselho Estadual de Combate a Pirataria em parceria com a Secretaria de Educação de Florianópolis.

A meta do “Projeto Fazer – Observador Mirim” é trabalhar as lições de Cidadania e Educação Fiscal com crianças das turmas dos anos iniciais de todas as escolas municipais da Capital até o final de 2018.

As ações da manhã do dia 21 de novembro, durante o lançamento do projeto e aula inaugural foram uma brilhante apresentação teatral pelos jovens Demolays do capitulo São José, conversas com as crianças, entrega de materiais e ao final a apresentação de algumas músicas ao vivo também realizadas pelos jovens. Nesta exposição foram trabalhados os temas da cartilha do observador social mirim de forma lúdica e dentro de um vocabulário mais voltado aos jovens e crianças.

Para o Presidente do Observatório Social de Florianópolis, João Émerton: “Não basta tentar somente controlar os gastos públicos dos políticos que aqui estão, temos que incentivar e educar aqueles que um dia estarão a frente de nosso país, investir em educação é a chave fundamental para mudarmos esse nosso Brasil.”

Para subsidiar as atividades foi desenvolvida uma cartilha chamada de “Caderno de Educação Fiscal”, que é entregue aos estudantes no primeiro encontro. As atividades com os estudantes serão realizadas em metodologias diversificadas para alcançar os diversos modos de apreender e compreender, tais como jogos e teatros de interesse educativo com objetivo de desenvolver a disciplina, cooperação e comprometimento social.

Além dos materiais didáticos, os alunos receberam um brinde, que deve servir de “amuleto”, representando uma lupa, o qual é o símbolo do projeto, incentivando as crianças a observarem melhor os gastos e investimentos nos setores públicos e privados.

Para anfitriã e Diretora da Escola, professora Cristiane de Souza Goulart, ações como essa representam uma oportunidade de construção de conhecimento entre os jovens, principalmente quando trabalhamos outras formas de ensino mais lúdicas. De acordo com o Secretário Municipal de Educação, Maurício Fernandes Pereira, a cidadania é essencial no contexto da sala de aula. “O processo educativo deve ser responsável por levar os estudantes a perceberem sua importância na vida do outro, suas responsabilidades diante do mundo e as capacidades que devem desenvolver para exercitar essas práticas no decorrer da vida”.

Já para o Presidente do CECOP, Jair Antonio Schmitt, que já vem trabalhando a vertente Educacional, dentro do Programa de Educação Fiscal em parceria com a Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina, esse projeto educacional vai sensibilizar o aluno da Escola Pública do município de Florianópolis nas questões do desenvolvimento da cidadania e despertar os valores éticos e atemporais, adormecido no seio da sociedade.

Estiveram presentes além das autoridades já supracitadas, diversos pais e o Secretário Municipal de Cultura e Esporte Marcio Luiz Alves, o Vereador Miltinho Barcelos, a representante da ACIF Juliana Mello Ferreira, o Conselheiro Consultivo do Capítulo de São José Edimacio Machado, a senhora Mara Schmitt da Federação de Associações Comerciais do Estado de SC e a Secretária Geral do CECOP Fabiana Josimeire de Souza, os quais abrilhantaram ainda mais o evento.

Por fim, agradecemos ao Observatório Social de Brusque pelo desenvolvimento das cartilhas utilizadas no projeto.

Mantenedores

ObservatórioSocial de Florianópolis

O OSF é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, formado por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública.